Esporte AL
PUBLICADO EM 16/07/2017 ÀS 08:49
CRB vence o Internacional por 2 a 0 no Rei Pelé e entra no G-4
Galo assume a quarta posição na Série B, agora com 23 pontos. Diego e Neto Baiano marcaram os gols
Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas
A tarde foi perfeita para o CRB. Casa cheia no Rei Pelé, em Maceió, adversário famoso do outro lado e uma vitória especial, marcante. Neste sábado, o Galo bateu o Inter por 2 a 0, gols do lateral Diego e do atacante Neto Baiano, e chegou ao G-4 da Série B. A arrancada começou lá atrás, com a chegada do técnico Dado Cavalcanti. Há seis rodadas, o time estava na penúltima colocação e, com cinco vitórias e um empate, assumiu agora o quarto lugar, com 23 pontos. O Colorado, que reclamou muito de um pênalti não marcado no segundo tempo, ainda está no sexto posto, com 20, mas pode perder posições na rodada.

Os times voltam a jogar na próxima terça-feira. No Beira-Rio, o Inter recebe o Luverdense, às 21h30. O CRB tem outro gaúcho pela frente. Enfrenta o Juventude, às 19h15, no Alfredo Jaconi, em Caxias.

Galo marca no fim do 1º tempo

O primeiro tempo foi equilibrado. Duas chances para cada lado. O Inter foi mais incisivo no início e quase abriu o placar aos 12 minutos. DAlessandro acionou Edenílson, que cruzou da direita na área do CRB. Boaventura falhou e, livre, Gutiérrez chutou para fora, na pequena área. O gol estava aberto. O CRB respondeu seis minutos depois. Diego fez jogada de linha de fundo, na esquerda, e cruzou no segundo poste. Danilo Pires cabeceou mal, para fora.

O Inter também ameaçou aos 26. Nico López cruzou da esquerda e, sozinho, Charles cabeceou no canto. Edson Kolln foi buscar. O CRB quebrou o equilíbrio da partida aos 44 minutos. Diego tabelou com Zé Carlos, que saiu da marcação e deixou o camisa 6 na cara do gol. O lateral invadiu a área e fuzilou de canhota. Marcou pela primeira vez nesta Série B.

Colorado exagera na bola aérea
O Inter exagerou na bola aérea no segundo tempo. Não criava pelo meio e tentava empatar pelo alto. Teve duas oportunidades. Na primeira, Adriano fez o corte na pequena área do CRB. Na segunda, Pottker cabeceou sozinho, mas nas mãos de Kolln.

Aos 14 minutos, Diego achou Ratinho livre na área. Ele ajeitou mal a bola e, livre, bateu no pé da trave do Inter. Teve mais. Aos 28, Rato entrou com liberdade mais uma vez e bateu cruzado. Assustou. Dois minutos depois, Neto Baiano levou perigo numa cobrança de falta. O bicho pegou no fim do jogo. Aos 42 minutos, os jogadores do Inter reclamaram muito de um pênalti não marcado de Adalberto, que abriu os braços na área e interceptou a bola. Heber Roberto Lopes mandou seguir, não achou intencional. Na sequência, Ratinho cobrou escanteio pela direita, e Neto Baiano cabeceou no canto de Danilo Fernandes, aos 44 minutos: 2 a 0.

Do Globo Esporte



Comentários
Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Todo Segundo ou de seus colaboradores.
Topo
© Copyright 2017 - Todo Segundo, O maior portal de notícias do Agreste e Sertão de Alagoas