Berg Moraes
PUBLICADO EM 18/05/2016 ÀS 00:40
Júnior Miranda negocia candidatura do PSL na disputa pela prefeitura
Ex-vereador estaria fazendo manobra para neutralizar candidatura de Luiz Lobo e apoiar Rodrigo Gaia
Por Berg Morais

Após ter sido taxado por jornalistas como articulador de diversas candidaturas laranja em Palmeira dos Índios, o ex-vereador Júnior Miranda volta a aparecer no cenário político local para movimentar o mercado eleitoral. Fotos nas redes sociais mostram Miranda participando de reuniões em diferentes grupos políticos no intuito de barganhar o partido que comanda no município, o PSL. A moeda, segundo especialistas da área, pode ser em espécies variadas: vivas como gado, ou mortas como cédulas de peixes e onças.

Esse ano, a primeira vítima das artimanhas “mirandistas” pode ter sido o secretário de Educação do município, Luiz Lobo, que se filiou ao PSL com a promessa de disputar a prefeitura local pela legenda. Empolgado, Lobo levou mais de 120 nomes ao partido, entre diretores e professores da rede, para endossar sua pré-candidatura, num almoço servido com picanha australiana.

Na última eleição municipal Miranda emplacou sua esposa, a professora Alcineide Nascimento – ressalte-se: uma mulher séria, honesta e de conduta ilibada -, na disputa pela prefeitura. Alcineide ficou em terceiro lugar, vencendo, inclusive, o poder midiático (TV Alagoas) e financeiro da candidata do PT à época, Patrícia Sampaio.

No entanto, uma fonte revelou um suposto acordo que teria sido firmado para que o partido de Júnior Miranda entrasse para dar musculatura à candidatura de Rodrigo Gaia (PR). Tentei contato telefônico com Rodrigo para checar as informações, mas ele não atendeu nem retornou as ligações.

Lucas Ribeiro, que é o principal articulador da pré-candidatura de Rodrigo Gaia, foi categórico ao confirmar a conversa entre representantes da família Gaia com Júnior Miranda. “Foi feito um entendimento entre diversos partidos, entre eles o PSL, para a consolidação de uma aliança para essa eleição. A professora Alcineide, que também é pré-candidata, e Rodrigo marcham juntos nessa eleição! não necessariamente um compondo a chapa do outro. Além disso, vamos em busca de ampliar alianças”, destacou.

Também por telefone, questionei ao secretário Luiz Lobo se ele não estava sendo vítima de uma manobra que o impossibilitaria de disputar a prefeitura pelo PSL, o que foi negado. “Tenho absoluta confiança no meu presidente. Sou apenas um filiado, mas posso garantir que ele está desenvolvendo um papel extremamente fundamental para uma composição que traga ao eleitorado palmeirense uma proposta que consiga reerguer a alto-estima da população e tirar a cidade desse conceito de estar parada no tempo. Ninguém é candidato sozinho, por isso nosso nome soma-se automaticamente nessa concepção”, ponderou.

Entre bois, cobras e Lobo, nesse cenário que se desenha, pode haver uma redução no número de candidaturas (atualmente são nove), o que pode deixar o grupo situacionista enfraquecido.

O presidente do diretório municipal do PSL, Júnior Miranda, foi procurado através de ligações telefônicas para ser ouvido sobre o assunto aqui exposto, mas o seu telefone celular estava fora da área de cobertura ou desligado.

berg_morais@hotmail.com



Comentários
Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Todo Segundo ou de seus colaboradores.
Palmeirense - Em 2016-05-17 08:50:33  
Esse povo não enxerga que quanto mais candidatos melhor para o grupo do prefeito? Eita oposição burra.
 
Topo
© Copyright 2018 - Todo Segundo, O maior portal de notícias do Agreste e Sertão de Alagoas