Roberto Gonsalves
PUBLICADO EM 25/07/2015 ÀS 17:47
Projeto Mãos que ajudam une igrejas em Arapiraca
Ações de cidadania foram realizadas na tarde deste sábado, 25 no bairro Primavera
O projeto Mãos que ajudam desenvolvido pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias os Mórmons do bairro primavera, com foco em promover e a defender a liberdade religiosa promoveu na tarde deste sábado, 25, um evento de cidadania em Arapiraca. As atividades iniciais foram realizadas no templo dos Mórmons das 14 as 17 h, e contou com a participação de igrejas evangélicas, Paróquia do Sagrado Coração de Jesus além de empresas a exemplo da Limpel.

No espaço da Matriz do Sagrado Coração de Jesus, os voluntários fizeram um mutirão de limpeza e plantaram mudas de arvores em várias ruas do bairro. As atividades do projeto foram realizadas neste sábado, 25, e na capital de Sergipe, Aracaju e em Arapiraca. A parceria com a Igreja Católica será representada pelo padre José Neto, da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus do bairro Primavera, integrantes da Pastoral que realizaram o trabalho conjunto de conscientização e ações voltadas para a comunidade para a limpeza de algumas ruas, coleta de lixo selecionada para reciclagem e arborização.

A ação considerada inédita em Arapiraca recebeu o apoio da comunidade do bairro Primavera e reuniu católicos da Paroquia do Sagrado Coração de Jesus e evangélicos da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, os Mórmon.Os Mórmons foram liderados por Pedro Galdino, desenvolvem o projeto Mãos que ajudam, enquanto o grupo católico que tem a frente Alexandro Silva, fez um trabalho voltado para a preservação do Meio Ambiente. O projeto motivou uma união de forças, o que na avaliação de Pedro Galdino é muito importante para a comunidade e, também, combater a intolerância religiosa.
“É importante sensibilizar a comunidade, quanto à necessidade de defender a liberdade religiosa em Alagoas e no Brasil” argumentou Pedro Galdino. Lembrando as frequentes perseguições aos cristãos, Alexandro afirmou que “não estamos misturando doutrinas, mas vamos mostrar que unidos poderemos obter melhores resultados". Eles também defenderam a preservação do Meio Ambiente criado por Deus.
Para o presidente da Comitê de Assuntos Públicos da Igreja Mórmon este programa será permanente com um trabalho voluntário com foco na sensibilização principalmente dos voluntários e de toda a comunidade, sobre a importância da liberdade religiosa fundamentada nos princípios constitucionais do Pais e nas normas internacionais relacionadas ao tema.



Comentários
Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Todo Segundo ou de seus colaboradores.
Topo
© Copyright 2018 - Todo Segundo, O maior portal de notícias do Agreste e Sertão de Alagoas