Cultura
PUBLICADO EM 05/09/2017 ÀS 19:47
Caminhos de Graciliano sai do papel e circulará entre Palmeira e Quebrangulo
Obra do trem turístico tem um prazo máximo de dois anos para ser concluída
Foto: Assessoria
Da Assessoria

O chão onde Graciliano Ramos nasceu, escreveu obras e também foi o maior prefeito de Alagoas poderá ser visitado por turistas do mundo inteiro de uma maneira inovadora, a partir do trem “Caminhos de Graciliano”. Com ele, será possível fazer um percurso entre as linhas férreas dos municípios de Palmeira dos Índios e Quebrangulo, apreciar as belas paisagens que envolvem o trajeto, além de conhecer as duas cidades que abrigam a história do escritor, os museus e casarios, por meio do turismo cultural.

Os prefeitos de Palmeira dos Índios Júlio Cezar, e de Quebrangulo Marcelo Lima, além de representantes da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (Cbtu) de Recife e do Rio de Janeiro, do Ministério dos Transportes e o senador Benedito de Lira trabalham em algumas etapas que são fundamentais para que o trem possa circular entre os dois municípios. Nesta terça-feira (5), eles realizaram uma visita técnica às Estações de Palmeira e de Quebrangulo para conhecer a realidade dos dois locais.

Em Quebrangulo, a Estação Ferroviária está pronta para receber os visitantes e em Palmeira a obra está sendo concluída. A CBTU vai realizar toda a inspeção e vistoria no trecho Palmeira/Quebrangulo, verificar os pontos críticos de todo o trilho e fazer a limpeza ao longo da linha férrea, área pertencente ao Governo Federal. Depois, entra a parte da destinação dos recursos, que serão viabilizados pelo Ministério dos Transportes, por meio do ministro Maurício Quintella, e também a partir de emendas parlamentares do senador alagoano Benedito de Lira.

Para o diretor-presidente da CBTU José Marques a implantação do trem que vai circular entre os dois municípios é totalmente viável. “Agora, fica sob a responsabilidade dos prefeitos a captação de recursos para recuperar a malha viária. As estações, que seriam mais difíceis de revitalizar estão belíssimas e a preservação do patrimônio ferroviário e histórico está em perfeito estado de conservação. Os dois prefeitos, tanto o Júlio quanto o Marcelo, estão cuidando disso e estão de parabéns. A CBTU está à disposição, pois onde tiver ferrovia nós estaremos presentes com toda a nossa equipe técnica, pois esse é o nosso papel”, afirmou.

De acordo com o prefeito Júlio Cezar, as obras do trem turístico Caminhos de Graciliano têm um prazo máximo de dois anos para ser consolidada. “Acreditamos que, a médio prazo, até dezembro de 2018, ou a longo prazo, até dezembro de 2019, todas as etapas estejam concluídas, para que esta região ganhe mais um equipamento turístico. Quebrangulo e Palmeira possuem uma potencialidade turística muito grande para a cultura, a literatura e as festas regionais", destacou o prefeito.

E continuou. "Então, o trem turístico só vai atrair visitantes que querem conhecer as duas cidades, os costumes, a tradição, a música, a culinária, e claro, a história de Graciliano Ramos. Para isso, será preciso montar o atrativo para que sejam feitas as parcerias necessárias com as operadoras de turismo. Pedimos às equipes engajamento para que a gente possa atender o que está programado até consolidar este empreendimento”, concluiu o prefeito.






Comentários
Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Todo Segundo ou de seus colaboradores.
Topo
© Copyright 2017 - Todo Segundo, O maior portal de notícias do Agreste e Sertão de Alagoas